terça-feira, dezembro 14, 2004

Danças com lobbies

Com o arranque da campanha eleitoral contam-se espingardas, ensaiam-se alianças e esquiçam-se pomessas ( tarefa dificílima, face às restrições que a contenção orçamental determina) .
Mas o namoro aos lobbies, esse, já começou. Na sequência dos recentes desaparecimentos anunciados (primeiro do parlamento e depois do governo) tanto António Carrapatoso (Vodafone) como Filipe de Bottón (Logoplaste) , entre outros, se movimentam com mais ou menos à vontade frente às câmaras dos noticiários de TV, tecendo lucubrações ininteligíveis, abordando temas variados e em nome da "sociedade civil", correspondendo às negaças que tanto Santana Lopes como Sócrates vêm fazendo, apelando à "mobilização", às "plataformas" à "unidade". À esquerda, e com o PCP apelando à "vigilância democrática", cristalizado num estalinismo férreo e empenhado em ser o protagonista do PREC do sec. XXI, o PS só dispõe do partido de Louçã a quem recorrer se quiser coligar-se com alguém.
À direita, o PND de Manuel Monteiro tem-se mostrado estranhamente silencioso para quem , acabado de nascer para a vida política, dispõe de tão grande oportunidade de brilhar.

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!