domingo, dezembro 12, 2004

Vamos a votos

A agonia do IX Governo constitucional chegou ao fim.
Desde sempre contestado por não ter sido sufragado pelo eleitorado, conseguiu apesar de tudo empreender uma série de iniciativas arrancando com reformas que tardavam em Portugal.
Este Governo, ao pretender reformar o absurdo quadro legal do arrendamento urbano actual juntou contra si o conjunto das vozes dos que, longe de aceitarem ser despojados dos seus "direitos adquiridos", tudo fizeram para lhe abreviar a vida o mais rápidamente possível : os construtores civis que têm enriquecido à custa da depredação das envolventes urbanas dos concelhos mais populosos ; os bancos, que receiam deixar de ser os senhorios priveligiados que têm sido até agora, à conta dos milhares de empréstimos que as camadas jovens vêm contraindo na esperança de adquirirem casa própria. Os "empresários de restauração" que, aos milhares, diáriamente sonegam impostos ao passarem aos clientes o "papelinho para o irs", como alguns dizem a gozar ainda por cima, em vez da calixta factura a que temos direito. A revolta destes últimos chegou ao ponto de a certa altura uma criatura de aparência, modos e propósitos inomináveis ter aparecido num canal de notícias a ameaçar, doravante e em consequência da obrigatoriedade em passar facturas, a cobrança de copos de água e idas aos lavabos. O que é que uma besta destas merecia ? Ir para a desminagem, pois claro.

1 comentário:

Anónimo disse...

Muito bem!

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!