segunda-feira, agosto 22, 2005

Bombardeiros de água

Plenamente convencido da generosidade europeia, da sua capacidade inesgotável em repetir os mesmos erros e perdoar os dos países membros prevaricadores, o ministro da Administração Interna de Portugal sugere a construção de um bombardeiro de água europeu, custeado pelos contribuintes europeus, para apagar os fogos europeus. Leia-se fogos portugueses, uma vez que os restantes países europeus têm o problema dos incêndios em adiantado estado de resolução.

2 comentários:

HORSON ELAS disse...

A situação se não fosse tão trágica(para alguns) até poderia parecer cómica (a eterna Trágico/Comédia Nacional), pois poderia dar a impressão de que Portugal está em guerra aberta com um exército invasor.
Reparem bem num texto dum jornalista qualquer da RTP, SIC OU TVI.
O comandante (dos bombeiros) que dirige o ataque em simultâneo a 3 frentes (de fogo)que causaram já 4 vitimas mortais e 10 feridos entre soldados (da paz ) e civis, para além do rasto de destruição que deixa por onde passa, mantem a convicção que a destruição pode ser travada junto à nacional 1 (que já esteve cortada ontem)numa tentativa de preservar as infraestruturas do tecido industrial.Conta para isso com a ajuda de meios aéreos e espera que as condições metereológicas permitam voos razantes, pois não dispondo de navegação Night vision, torna-se muito dificil atacar (o fogo inimigo)que a coberto duma espeça cortina de fumo tudo arrasa na passagem.
O comandante considera que é essencial fazer chegar rápidamente á frente reforços e alimentos pois os seus homens estão exaustos devido a combaterem ineterruptamente há 4 dias.
Por todo o País são mais 51 situações como que fazem temer o pior e o povo em desespero e quase histeria reza a deus para que faça um milagre e salve Portugal.
O ministro pede à europa que se alie a este combate e que envie meios aéreos com urgência.
Pede-se a todos que estejam atentos e que denunciem qualquer actividade suspeita.
Parece um relato de guerra.
E é!
Portugal está a ser atacado por um inimigo IMPIEDOSO.
A FAMOSA E ETERNA ESTUPIDEZ NACIONAL

Anónimo disse...

Em vez de voltar a inventar a roda e encher a barriga aos mesmos de sempre, considera ler este artigo: Portugal burns

- El Lusitano

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!