terça-feira, agosto 30, 2005

O zurzido do Dragão

Todos, quase todos pois que, aconselharam-nos, há que salvaguardar vetustas minorias para tempos de míngua e pouca fé, sabem do zunir da melga, do zumbir da mosca. Pois aqui vos chamo para escutardes e, quiçá, se puderdes, pordes vossos lombos para lá do desabrigo. Deixo-vos com o zurzir do Dragão. Mas como e em quem zurzirá o Dragão ? perguntais vós, ansiosas criaturas. Pois que "É gente rústica, cerdosa, se bem que armada de espaventoso pingarelho" o alvo do seu zurzir.
E ele zurze que zurze, que se farta e se faz tarde.

1 comentário:

JRD disse...

Um dragão (humm!) hedonista, "bengalas" sádicas. O que faria se fossem muletas...

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!