quinta-feira, dezembro 22, 2005

Famintos vs Satisfeitos

Estava eu em amena cavaqueira com a Sancha sobre aparência, sexo, corpos e isso (a Sancha atravessa um período fragilizante e vulnerável a sugestões descabeladas. Está tentada em artilhar-se, através do implante de extensões cabeludas e outros atavios inqualificáveis promovidos à tripa forra por Manuelas Moura Guedes e outras harpias semelhantes), quando chegámos ambos a brilhante conclusão. O mundo divide-se, não em ricos e pobres, em justos e cruéis, em estúpidos e inteligentes mas, isso sim, em famintos e satisfeitos. De um lado refastelam-se os satisfeitos, os que comem o que lhes apetece, bebem o que lhes dá na real gana, fodem por tudo e por nada, acompanhando o festim com sonoros peidos de regozijo entremeados de não menos sonoras gargalhadas vitoriosas.
Do outro acoitam-se infelizes os famintos, criaturas nocturnas, atoladas em crises existenciais, embrenhados em raciocínios estéreis, presos de sofismas irresolúveis e atascados em dietas e privações inconcebíveis.
Aos satisfeitos pertence o mundo, as coisas e a alegria. Aos outros resta-lhes a falta disso tudo.
É a vida.

4 comentários:

sofia disse...

:) Eu diria mesmo É A VIDINHA...

Feliz Natal, D. Afonso. :)

J.P. disse...

Feliz Natal amigo e tudo de bom pa ti e para os teus é o que te desejo.

MP disse...

Feliz Natal e Próspero 2006 :)

contradicoes disse...

É uma interessante visão. Deixo-lhe os meus votos de um Natal com muita saude e uma boa disposição para nos continuar a brindar com postagens interessantes. Com um abraço do Raul

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!