quinta-feira, junho 08, 2006

Ai Timor II...


Quando o governo português fez questão em que ficasse escrito que as forças da GNR em Timor reportariam ao Presidente da República e ao Primeiro Ministro de Timor deveria ter tido a preocupação de traduzir o texto para Inglês para que os Australianos (espécimens antípodas e sem língua própria) pudessem perceber. Como não o fez, nem mandou fazer, os damned Aussies, imbuídos do espírito bélico que lhes permitiu infligir baixas significativas às hostes nipónicas há mais de sessenta anos atrás, desataram a mandar vir com os nossos GNR, ameaçando-os de fogo se não entregassem as armas. O governo português, quais pais zelosos, mandou os meninos GNR imediatamente para casa, o aquartelamento mais próximo, proibindo-os de se misturarem com os os outros meninos australianos enquanto não tivessem uma conversinha muito séria com os pais desses meninos, ou seja, com o governo australiano.
A conversinha muito séria estará a decorrer neste momento.

3 comentários:

sofia disse...

Agora, percebi! :)

Sliver disse...

Visita o Observatório da Jihad:
http://www.observatoriodajihad.b...d.blogspot.com/

Humor Negro disse...

A conversinha não deu em nada. As usual...

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!