segunda-feira, janeiro 08, 2007

A trapalhada continua ou um post à arquitecto Saraiva

Não vale a pena parar de postar, esperar por novos ares, que as coisas mudem etc e o camandro.
Durante os últimos meses, acometido por ímpetos introspectivos impulsionados pelas partes nórdicas do meu complexo ADN, decidi pensar menos, escrever pouco e ler ao acaso. As notícias, os posts doutros blogs, os comentários, etc e tal.
Mas não.
Não vale a pena.
Mesmo agora oiço um camurço de marca registada a arengar na SIC sobre as vantagens ou não de existir um psicólogo em áreas balneárias.
O futebol, portanto.
Ainda o futebol: FJV exorta as hostes a comemorarem em alcântara (porquê em alcântara caralho) a derrota do FCP na saga da Taça de Portugal.
Um portista ferrenho, como ele, a comemorar a derrota do seu próprio clube é o quê senão um suicida sazonal? Um verdadeiro espingarda de rolha, é o que é.
Em boa hora o post do Dragão sobre a arrogância da pena de morte: do melhor que alguma vez foi escrito sobre a matéria; estudiosos, lê-de, estudai e assimilai, se conseguirdes, foda-se
A propósito de foda-se registo duas coisas:
A primeira é que o Sítio Do Foda-se tem servido de porta aviões priveligiado às andorinhas de arribação que aterram cá no terreiro.
A segunda é que a opção pelo calão vernáculo em muita da minha escrita tem servido para dizer a muita gente que não tenho blog nenhum.
Ele há coisas do caralho.

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!