terça-feira, março 04, 2008

O Às de Sócrates, ou futurologia de algibeira.

Chama-se Maria de Lurdes Rodrigues e será jogado em breve.
Por enquanto serve de pára raios ao governo, atraindo a si e concentrando a tempestade de críticas provenientes da esquerda e da direita. Mas será no fim de semana seguinte ao da grande manifestação de professores que Sócrates será consagrado e ungido no Porto, terra natal do campeão nacional de futebol, numa gigantesca demonstração da capacidade mobilizadora do partido socialista e que reduzirá a um simulacro de Marcha Popular a manifestação promovida pelo partido comunista no passado fim de semana em Lisboa. Após isso a ministra torna-se dispensável, mas não sem ser referido mais uma vez o papel importantíssimo e indispensável que, segundo Sócrates, os professores têm desempenhado, bem como importantíssmos e indispensáveis serão os seus votos, amen.

A proliferação fúngica de "movimentos da sociedade civil de carácter humanista" que se reclamam do centro insistindo em entalar-se onde não há espaço, ou seja entre o PS e o PSD, é revelador do desnorte que campeia nas hostes políticas. Ainda não perceberam que por cá se começou com Sócrates o que em Inglaterra se vem praticando desde há dez anos: a terceira via é o centro possível e veio para ficar.

A crescente hostilidade que o PSD vem manifestando contra Cavaco Silva será razão necessária e suficiente para que o professor não se recandidate. Facto inédito no regime republicano do pós 25 de Abril.

A mais que provável nomeação de Barack Obama pelo Partido Democratico esta 3ªfeira será a melhor garantia dada a John McCain de que virá a ser o próximo presidente dos EUA. Vai uma aposta?

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!