segunda-feira, fevereiro 21, 2005

Ainda não mas...a caminho disso, a 45 à hora...


uuuoooooooshhhhhhhhhhhhh............. !bang!

4 comentários:

JRD disse...

O buraco é fundo, mas ainda estamos longe das ossadas do Estado Novo.

Afonso Henriques disse...

Não sei, não sei caro jrd.
Há legislação dessa II república que muita gente ainda está apostada em perpetuar, meu caro.
E não nos esqueçamos que essa vergonhosa ditadura chamada Estado Novo existiu em plena república....

JRD disse...

O chamado Estado Novo foi uma excrescência da República. Nada nem ninguém é perfeito.
De ditadores poderíamos falar "durante" páginas e páginas da nossa História. Aqui vai um: João Franco

Afonso Henriques disse...

Excrescência ou não, foi uma ditadura de 48 anos em regime republicano.
Claro que houve ditadores no tempo da monarquia. Não o nego nem o defendo.
O que não aceito é a "consagração" de um regime imposto pelas armas, financiado por meia dúzia de burgueses endinheirados sedentos de poder e protagonismo e acolitados pela baixa aristocracia, como sendo o único possível em Portugal.
O assasinato do Rei foi o primeiro passo do caminho que o Partido Republicano escolheu para tomar o poder visto que pela via eleitoral jamais o conseguiria.
Uma das primeiras medidas adoptadas pelo regime republicano foi a imposição da censura. Daí à eliminação dos círculos uninominais e à consagração da partidocracia foi um passo. Essa torpe noção de democracia foi prontamente adoptada pela generalidade dos partidos políticos após o 25 de Abril.

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!