segunda-feira, março 28, 2005

Portucale?

De repente há licença para o abate de dois mil e trezentos sobreiros porque o interesse de urbanizar 500 ha de terreno agrícola é subitamente considerado público (embora os ganhos e alcavalas da operação caiam direitinhos nas algibeiras de meia dúzia de accionistas do BES).
De repente a licença para isso é revogada.
Ás vezes, de repente, a república aguenta-se.
Trôpega, aos bordos, lambuzada no vómito da embriaguês do poder de decidir. Um dia sim. Outro dia não.

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!