sexta-feira, março 11, 2005

R & M

Entre 4 e 12 de Março de 1777 ocorreu a chamada Reviradeira: a rainha D. Maria I demitia o último governo do ditador Sebastião José de Carvalho e Mello e constituia novo Gabinete governativo.
Todos os ministros foram sumarissimamente postos no olho da rua. Em passo acelerado, que se faz tarde.
Todos? Não.
Ficou o Aires de Sá, Ministro dos Negócios Estrangeiros. A Reviradeira durou 8 dias.

Entre 30 de Novembro e 12 de Março de 2005 começou o chamado Marasmo: o presidente da República demite a Assembleia democraticamente eleita e prepara a convocação de novas eleições para a formação de novo governo.
Toda a direita foi sumarissimamente posta no olho da rua. Com calma que os tempos são outros.
Toda? Não.
Ficou Freitas do Amaral, Ministro dos Negócios Estrangeiros. O Marasmo começou há 42 dias e ainda não acabou.

1 comentário:

JRD disse...

Se não me leva a mal comento assim: Prefiro este de direita a alguns que se dizem de esquerda.
Enfim, sou eu a falar...

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!