domingo, abril 17, 2005

A república e o poder III

Comparar o Alberto João Jardim e os seus tiques de presidente sul americano com um suposto Rei Alberto I, como faz Bernardo Motta no Afixe, mostra o quão profunda, devastadora e alastrante pode ser a desvitalização neuronial provocada por décadas de propaganda republicana.

1 comentário:

O Micróbio disse...

Há gente que consegue sempre defender o que é indefensável...

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!