quarta-feira, maio 18, 2005

Claude Lelouch

A recente candidatura de José Sá Fernandes à Presidência da Câmara Municipal de Lisboa veio agitar as águas estagnadas onde se acoitam, deslizam e caçam os saúrios da esquerda hipócrita, missionária e inquisitorial provocando, inclusive, tropismos de sanguessuga na esquerda caviar.
A chiadeira, exposição oral ou escrita de sentimentos de indignação face à menor possibilidade de perturbar o sono narcoléptico e anestesiante a que os referidos répteis porfiadamente se entregam, já começou.
Do outro lado da barricada, a direita de chinela e alguidar, beta e baeta, que partilha com a esquerda missionária e inquisitorial uma atracção endémica e visceral pela estagnação, a inacção mascarada de arraial festivo, o conluio de interesses e a prostituição descarada do património natural, histórico e construído deste país antigo de séculos, acoita-se e aposta na vitória por exclusão de partes.
Que se lixem.
Les uns et les autres.

1 comentário:

JRD disse...

Sintético e incisivo Q.B. e de uma mordacidade impiedosa.
O texto é excelente mas,para mim, demasiado abrangente...
Opiniões.

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!