terça-feira, janeiro 31, 2006

O Regicídio


Esta é a primeira imagem que surge no Google (pt) quando se pesquisam imagens sobre regicídio.
É uma ilustração de um cromo, feita por Carlos Alberto, e que pertence à colecção História de Portugal.
Podia ser a "Heróis Lendários", "Epopeia do Oeste", "Branca de Neve" ou outra coisa qualquer. É triste. Reuzidos a uma colecção de cromos.
Amanhã será descerrada uma lápide no Terreiro do Paço assinalando o evento. Noventa e oito anos depois, a República digna-se reconhecer a importância da tagédia que aconteceu nessa manhã de 1 de Fevereiro de 1908 e que enlutou Portugal. Até hoje. Noventa e oito anos depois.
Incapaz de ganharem as eleições que estavam marcadas para Maio desse ano ( os 7% que o Partido Republicano vinha conseguindo nas urnas era manifestamente insuficiente à criação de massa crítica necessária para implementar as reformas que, achava, deviam ser tomadas em Portugal) os republicanos optaram pela solução radical.
Todos sabemos o que isso significou. Soluções radicais não faltaram nos anos subsequentes. De Estaline a Hitler.
Até hoje, noventa e oito anos depois.
VIVA O REI, CARAGO!



3 comentários:

O Velho da Montanha disse...

Choremos as vítimas do atentado regicida de 1908.
Como Salazar dizia, "só devemos chorar os mortos se os vivos não os merecerem".

Irmão אלוהים disse...

Este blog está a me deixar louco, já nem distingo o sério do humorístico. Acho que mais umas linhas de leitura e ainda bato na minha mãe, talvez só assim este pais se torne de uma vez por todas numa teocracia-ateísta.
Benção da Irmandade Inquisidora!!

Postmaster disse...

18/11/2007
Está aberto deste a data em epígrafe o SITE EVOCATIVO DO CENTENÁRIO DO REGICÍDIO, em:

http://www.regicidio.org

Visite, para reflectir sobre o mais grave crime cometido contra o Estado de Direito em Portugal.

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!