sexta-feira, março 17, 2006

Conivências

Perante os impropérios, diatribes, insultos e básica falta de educação de grande parte dos deputados regionais do PSD-Madeira e do seu líder Alberto João Jardim, o PSD e o Poder Central só têm duas posções possíveis: a condenação ou a conivência. Dado o lapso longo de tempo em que vêm decorrendo as degradantes cenas protagonizadas por essa gentalha sem que medida alguma tenha sido tomada para combater a situação é legítimo considerar que se optou pela conivência. E tudo isso sob o estandarte da República.

2 comentários:

Irmão אלוהים disse...

Ouvi dizer; atenção que é o que ouvi dizer, não quer dizer que seja verdade; que o Alberto batia na mãe quando era mais novo.
Deve faltar pouco para se autointitular de Rei da Madeira. Eu por cá acho que sou só rei das teorias parvas inspiradas por fontes suspeitas.

Teresa Durães disse...

Reparei que no site diz "Blog Monárquico". Nada tenho contra a monarquia.

Sabia quem era Conde D. Henrique? Filho de Um Rei (não me lembro neste momento qual, em casa tenho a documentação) da 2ª Dinastia dos Francos, uma tribo Germana que ocupou a actual França. Delegaram-lhe Portucalle porque a tradição mandava não deserdar nenhum filho.

Interessante, não é?

Sempre pensei porque deveríamos ter orgulho nos invasores Francos...

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!