domingo, novembro 26, 2006

Ai Portugal Portugal...

À medida que o tempo vai passando, a N.R.P. (*) vai inventando novos processos e aprimorando outros com o objectivo mal dissimulado de, em dificultando a vida de toda a gente, para usar um eufemismo, rebentar com o resto que resta disto. Podem dizer o que quiser, citar os peritos do costume, apresentar as mais elaboradas e ininteligíveis dissertações, evocar os mais altos desígnios, mas...TLEBS é uma treta.
Vou citar o estafado exemplo do cão, para quem até já foi proposto um dia nacional, mal sabendo o bicho que teimam em reciclar-lhe a designação. Os defensores do dia do cão deveriam promover uma manifestação do tipo "passeio do isso-é-que-era-bom" em que se juntasse o maior número de canídeos possível na Baixa Pombalina (chama-se assim por causa da chusma de pombos que a infestam) seguidos pelo seus defensores devidamente munidos de saquinhos de plástico, que enquanto se descabelavam aos urros e uivos iam recolectando os seus dejectos da via pública, dando assim o exemplo.

Mas há mais.

Enquanto em todo o país igrejas, capelas, conventos e castelos se vão degradando de ano para ano, a NRP promove e contribui para mais uma Maior Árvore de Natal da Europa, objecto de peregrinação para os basbaques e, quiçá, motivo para mais um almejado registo no Guiness Book of Records, inicialmente uma promoção de marca de cerveja irlandesa e que se tornou em mais uma obsessão nativa, a par dos Pais Natais enforcados nas janelas acompanhados por esfarrapadas bandeiras da República.
Das forças que dão vida a uma Nação, a Língua, o Território e o Património têm o destino traçado.
Quanto ao Povo, é o que se vê.

NRP - Nomenklatura Republicana no Poder

1 comentário:

Anónimo disse...

É verdade.
Uma vergonha de desperdício e de mau gosto.
Assim como ali se quemaram e enforcaram muitas pessoas com a Inquisição, assim ali hoje os actuais inquisidores, a banca mundial e os governos da classe política, gastam mais uns milhares do que roubam aos outros.
Atroz para um português não alienado, ver aquele monte de arames a destruir uma harmonia numerica e geométrica de grande beleza.
Mas é o mau gosto dos que nos governam...

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!