domingo, setembro 21, 2008

Rã três

As rentrées (em português de França) caracterizam-se pela profusão incontinente de fenómenos tais como declarações bombásticas, factos políticos assinaláveis, tomadas de posição inequívocas, divórcios assanhados, acidentes nucleares ou declarações de guerra. Vamos tendo de tudo isso um pouco ora espalhado nesta bola azul que orbita o Sol, carregando consigo a nano siamesa chamada República Portuguesa, ora concentrado em doses massivas em regiões tão díspares como a Abkásia ou a Bolívia.
A entrada de Saramago, O Iberista, na B.L.U.S.A.(*) é já de si um facto assinalável, independentemente do conteúdo dos seus posts ou da densidade das suas mensagens. A caixa de comentários está obviamente desactivada. Queriam o quê? Exacto.
Do outro lado do Atlântico, a entrada em cena de Barracuda Palin como vice de McCain na corrida presidencial é foguetório destacável. Foguetório porque ascendeu ao topo numa semana, explodiu e brilhou durante três dias e despenhou-se na semana seguinte. Destacável porque os republicanos estão sem vice presidente neste momento e quanto mais tarde perceberem isso pior. Quanto a Obama, o facto de a sua campanha ter recolhido perto do dobro das doações da de McCain garante-lhe à partida a próxima presidência dos EUA.
Isto se a excepção à regra não vencer. E se não houver batota (atentados, escândalos, etc., e o camandro).
Voltando ao lado de cá do Atlântico (esta tendência irreistível de andar para lá e para cá do Atlântico começou de barco há uma data de anos atrás; depois foi o Gago Coutinho e agora não há tuga que se preze que não o cruze cinco a dez vezes por ano) Churchill disse um dia o seguinte sobre a Rússia: é como um grande urso que nos entra pela casa adentro avançando de quarto em quarto até que alguém se lembre de lhe fechar uma porta nas ventas.

(*) blogosfera lusa.

1 comentário:

contradicoes disse...

Caro amigo. Este post em termos de construção está simplesmente notável
mas também não me admira face à qualidade do seu autor. Venho-lhe agradecer os votos de melhoras e afirmar-lhe a minha fidelização como sua visita regular. Um abraço
Raul

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!