sábado, novembro 16, 2013

Carta aberta contra evento

A nomenklatura kultural da repúblika manifesta a sua indignação pela leitura pública de poemas e textos de João César Monteiro. 
O curral das vacas sagradas do regime, ao qual João César Monteiro foi conduzido pelas iluminárias que subscrevem a carta, deverá permanecer encerrado e bem guardado, não vá algum incauto desatar a ler em voz alta e toda a gente passar a saber o que César escreveu. 
A resposta ao pedido formal de autorização de leitura pública de textos do Sr. João César Monteiro seria, segundo eles, um rotundo Não.
A César o que é de César.
Pois então.

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!