sábado, dezembro 18, 2004

Pedimos desculpa por esta interrupção, a promiscuidade segue dentro de momentos...

Para oportunista não está mal.
Pinto da Costa nunca perdoou a Rui Rio a exposição pública da golpaça que foi a doação ao Futebol Clube do Porto de terrenos públicos à responsabilidade da Câmara Municipal do Porto no tempo da presidência de Nuno Cardoso.Também nunca lhe perdoou a vitória eleitoral. Aliás, Miguel Sousa Tavares também não. Foi no dia seguinte a uma inflamada intervenção sua em Fevereiro de 2002, no jornal da noite na TVI, que Pinto da Costa proclamou que " O único rio que conheço é o Douro". O que aconteceu a seguir foi a perseguição física a várias pessoas nas ruas do Porto, entre elas Pacheco Pereira.
À boa maneira felgueirense. Oh yes, assim é a malta do PS.

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!