quarta-feira, outubro 05, 2005

5 de Outubro. À noite.


"(...) E o regimen está, na verdade, expresso naquele ignóbil trapo que, imposto por uma reduzidíssima minoria de esfarrapados mentais, nos serve de bandeira nacional - trapo contrário à heráldica e à estética, porque duas cores se justapõem sem intervenção de um metal e porque é a mais feia coisa que se pode inventar em cor. Está ali contudo a alma do republicanismo português - o encarnado do sangue que derramaram e fizeram derramar, o verde da erva de que, por direito natural, devem alimentar-se.
Este regimen é uma conspurcação espiritual. A monarquia, ainda que má, tem ao menos de seu o ser decorativa. Será pouco socialmente, será nada, nacionalmente. Mas é alguma coisa em comparação com o nada absoluto que a república veio a ser."
Fernando Pessoa, "Da República"

Trecho retirado do Dragoscópio, um blog incendiário por natureza. Leiam lá o resto.

5 comentários:

Anónimo disse...

American bloggers: from Jayson Blair to Judith Miller
Jay Rosen , NYU professor and blogger, just changed his ranking of top three newspapers in the US: The Washington Post first and then the New York Times and the Wall Street Journal ! But what is interesting in ...
Find out how you can buy and sell anything, like things related to music on interest free credit and pay back whenever you want! Exchange FREE ads on any topic, like music!

Anónimo disse...

Quando o sampaio chega a PR, as palavras do Poeta ganham ainda mais sentido. Samapio é abandeira verde e vermelha - aquela que tão bem comenta Pessoa.
Mefistófeles (www.tapornumporco.blogspot.com)

Talk Talk disse...

O número de pessoas nas "comemorações" junto à CML foi confrangedor. Mostra o que vale e o interesse que suscita a "República" aos portugueses. Eu também prefiro comemorar a fundação do Reino.
Um abraço.

O Micróbio disse...

A bandeira é de tal maneira horrível que transparece de certa maneira os ideais da república!

Fernando Martins disse...

Viva o Rei - V Dinastia já...!

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!