sábado, dezembro 06, 2008

Chumbar por faltas

Ele há coisas do caralho. Não percebo, juro que não percebo, o porquê da indignação de tantos portugueses com a falta ao trabalho de trinta funcionários públicos incompetentes e excedentários (por puro acaso todos eles deputados do PSD) que se verificou na passada sexta feira. Porquê as manifestações de rua que tiveram lugar hoje em todo o país? A indignação vociferada em altos berros nas praças, pracetas e becos da Nação; o tempo de antena que isso ocupou; os posts, os milhares de posts pespegados por bloguistas anónimos na sempre aberta e disponível B.L.U.S.A. (*) Porquê ? Afinal de contas só foram trinta gajos, foda-se. Em setecentos e cinquenta e oito mil trezentos e vinte e três funcionários públicos trinta gajos? Isso é o quê? É menos que um cagagésimo, equivalente temporal ao instante que medeia a mudança de um semáforo para verde e a buzinadela do fogareiro atrás de nós. Aos deputados faltosos deveria ser aplicado, sem contemplações, um rotundo chumbo por faltas.

(*) Blogosfera Lusa

Sem comentários:

 
Iniciativa Legislativa de Cidadãos contra o Acordo Ortográfico. Leia, assine e divulgue!